Adiamento do Mercado Livre para 2020…Quem ganha?

No seguimento das notícias sobre a aprovação do prolongamento da data para transição dos consumidores para o mercado liberalizado de electricidade:

O último relatório publicado pela ERSE sobre a liberalização do mercado de electricidade (Junho 2016) contabilizava 1.995.249 clientes domésticos, 3.347 clientes de pequenos negócios e 1.500 clientes industriais ainda no Mercado Regulado.

Tendo em conta apenas os consumidores domésticos e assumido que:

Continue reading

Campanha publicitária desafia clientes da EDP a… não comer bananas

Link para o Expresso

A Luzboa, comercializador de eletricidade em Portugal que conta hoje com 5 mil clientes, criou um anúncio em que, num misto de humor e provocação, questiona os cinco milhões de clientes que continuam a ser fornecidos pelo grupo EDP

“No mercado de eletricidade, mais de cinco milhões só comem bananas. E você? Não acha que chegou a altura de mudar?” É num tom bem humorado e provocador que a Luzboa, um pequeno comercializador português de eletricidade, lançou uma nova campanha publicitária para tentar captar novos clientes.

Pedro Morais Leitão, sócio da Luzboa, assume que o objetivo é sensibilizar principalmente os clientes da EDP Serviço Universal e da EDP Comercial para a ideia de que podem ter outra opção de fornecedor de eletricidade, mas pagando tarifas mais baixas. O gestor estima que a oferta da sua empresa proporciona atualmente uma poupança em torno de 6% face aos preços em vigor na EDP Serviço Universal.

A nova campanha está a ser veiculada pela Luzboa exclusivamente na Internet, embora Pedro Morais Leitão admita que ela possa ser levada para a televisão. “Mas é uma coisa low cost, tanto que até os sócios da empresa são atores”, diz ao Expresso o gestor da Luzboa, que é uma das quatro personagens que no anúncio surgem mascarados de macaco.

A campanha inspirou-se numa iniciativa semelhante desenvolvida por um comercializador espanhol de energia, a Hola Luz. “O que nós queremos é numa versão light chegar às pessoas e perguntar porque é que continuam a comer o mesmo”, refere Pedro Morais Leitão.

Atualmente, a Luzboa tem 5 mil clientes de eletricidade em Portugal, dos quais dois terços são famílias e um terço pequenas e médias empresas. O objetivo, diz Morais Leitão aoExpresso, é chegar aos 10 mil clientes durante este ano. “Estamos a caminhar a passos largos para esse objetivo”, assegura o gestor.

Continue reading

E Você? Não acha que chegou a altura de mudar?

O mercado liberalizado veio trazer a possibilidade aos consumidores de escolherem quem é o seu fornecedor de energia e de mudarem para um que lhe ofereça melhores condições do que normalmente oferecem os lideres de mercado.

A LUZBOA é um fornecedor de energia que oferece poupança real aos portugueses, comercializando a mesma energia com a mesma fiabilidade, mas a preços mais baixos.

Obrigado holaluz.com pela inspiração para esta “macacada”.

 

Agradecimentos:

Restaurante Maria Xica

Equipa Option+:

Pedro Figueiredo; Francisca Magalhães; Francisca Magalhães; Ricardo Rodrigues; Carolina Mendes;Carolina Morais (actriz);

Ao João Navarro e à Patrícia Freitas;

Ao José Carmo (Ediestúdio)

Ao Nuno Mateiro e ao Renato Gomes que acompanharam os sócios da LUZBOA (Pedro Leitão e Bruno Pais) mascarados de macacos.

ENERGIA RECICLADA | Reciclagem de REEE’s

A LUZBOA e a INTERECYCLING associaram-se para promover a reciclagem de REEE’s (Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos) através da criação de um programa de reciclagem que estará disponível para os clientes de electricidade da LUZBOA: “ENERGIA RECICLADA”

A campanha tem como objectivo principal a consciencialização para a importância da reciclagem deste tipo de equipamentos e para o impacto no meio ambiente que estes resíduos têm, quando não tratados.

Os clientes da LUZBOA terão a possibilidade de reciclar o lixo electrónico que têm em casa, sem custos, e ao mesmo tempo, abater valores na conta de electricidade.

Continue reading

Electricidade: Mais de 3,9 milhões de clientes aderiram ao mercado livre até Março

O mercado livre de electricidade conquistou até março deste ano mais de 3,9 milhões de clientes, o que representa um crescimento líquido de cerca de 1,2 milhões de clientes, ou seja 48% face a março de 2014.

Face a Fevereiro deste ano, o crescimento líquido registado foi de 88 mil clientes.

Em termos de consumo, registou-se um aumento de 357 GW face a Fevereiro para 38 293 GW, o que representa um crescimento 0,9% face ao mês anterior e de 13% face a Março de 2014.

O consumo no mercado livre representa já 86% do consumo total registado em Portugal continental.

Continue reading

Onde estão os melhores preços da luz?

Transcrevemos abaixo o artigo publicado hoje no caderno de economia do semanário Expresso em relação às ofertas no mercado liberalizado de electricidade.

Antes, gostaríamos de dar nota:

A LUZBOA é pioneira nos tarifários indexados ao mercado ibérico de energia para consumidores residenciais através do tarifário indexado 50/50 apresentado ao público no último trimestre de 2014.

As inovações da LUZBOA não vão parar por aqui e iremos fazer novas e inovadoras propostas aos consumidores residenciais a breve trecho.

Escolha transparência. Escolha LUZBOA!

Continue reading

LUZBOA e SINTAP celebram protocolo a nível nacional

PROTOCOLO CELEBRADO A NÍVEL NACIONAL

A LUZBOA e o SINTAP (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos) firmaram no passado dia 14 de Abril, um protocolo de âmbito nacional.

O objectivo é claro: Permitir poupança aos associados do SINTAP e às suas famílias.

Continue reading

Luzboa assina protocolo com Associação Comercial do distrito de Viseu

A Luzboa assinou, na passada sexta feira dia 20 de Março, um protocolo com a Associação Comercial do distrito de Viseu (ACDV) para que os seus associados possam beneficiar de um tarifário especifico com poupanças no custo da energia eléctrica.
Este tarifário criado especificamente para os Associados da ACDV, proporciona poupanças acima dos 12% nos termos fixos da potência contratada e acima dos 6% na componente de energia propriamente dita.

Foi igualmente realizada uma sessão de esclarecimento sobre o mercado liberalizado de energia eléctrica com o intuito de clarificar melhor os comerciantes em relação ao mesmo e responder a uma serie de duvidas frequentes sobre esta temática.
A iniciativa foi encerrada com a intervenção do Sr. Vereador da Câmara Municipal de Viseu, Eng. João Paulo Gouveia, o qual enalteceu, no seu discurso, a capacidade empreendedora dos sócios fundadores da Luzboa e a sua coragem ao entrarem num mercado tão competitivo, como o da energia. Agradeceu ainda a escolha de Viseu para a sede da empresa, relembrando a importância que a mesma terá na criação de novos postos de trabalho na região.

ERSE reforça cooperação com associações de consumidores

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), no âmbito da comemoração do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, que se celebra a 15 de março, assinou três protocolos de cooperação com as entidades mais representativas dos diferentes consumidores de eletricidade e gás natural e estabeleceu as bases de uma ficha informativa que visa harmonizar a informação pré-contratual prestada pelos comercializadores aos consumidores.

Os protocolos de cooperação foram assinados com a ACRA, CIP, DECO, Fenacoop e UGC e a sua assinatura insere-se na aposta que a ERSE tem efetuado no trabalho em rede com aquelas que são as entidades que, de forma mais efetiva, se encontram próximas dos consumidores de energia. O grande objetivo comum a estes três protocolos é, em última análise, o de prestar uma cada vez maior informação e esclarecimento dos consumidores de energia relativamente ao processo de escolha de fornecedor e aos meios disponíveis de resolução extrajudicial de litígios de consumo.

Considerando que o aprofundamento do processo de liberalização dos setores elétrico e do gás natural tem determinado o aparecimento de múltiplas ofertas comerciais de fornecimento de eletricidade e gás natural, a ERSE estabeleceu ainda a obrigação dos comercializadores divulgarem de forma harmonizada a informação pré-contratual e contratual aos consumidores.

Para mais informações consulte o Comunicado e a Ficha contratual standard.
Fonte: ERSE

Eletricidade: ERSE – Simulador de preços de energia eléctrica

Para consumidores domésticos e outros consumidores em baixa tensão 

Todos os consumidores de energia elétrica em Portugal Continental podem escolher o seu fornecedor de energia elétrica.

Os preços praticados pelos comercializadores do mercado liberalizado são contratados bilateralmente com os clientes e incluem o pagamento das tarifas reguladas de acesso às redes.

Link para o simulador da ERSE: http://www.erse.pt/pt/electricidade/simuladores/simuladoresdecomparacaodeprecosnomercado/Paginas/simuladordecomparacaodeprecosembtnparaportugalcontinental.aspx

1 2